Aluguel Recebido Antecipadamente – Contabilização

ES: Auditoria em benefícios fiscais indevidos devolve mais de R$ 5 milhões aos cofres Estaduais
30 de abril de 2021
INSS Patronal – 20%, SAT-RAT e Terceiros – Não Incidência – Valores pagos a funcionários – Vale Transporte e demais da mesma Espécie
30 de abril de 2021

Aluguel Recebido Antecipadamente – Contabilização

Como já sabido as receitas e despesas diferidas podem ser consideradas como receitas e despesas postergadas, e são aquelas faturadas ou apropriadas antecipadamente em relação ao período de sua realização.

Anteriormente a Lei n 11.638/2007, estes valores eram lançados em conta de Resultados de Exercícios Futuros, sendo as receitas de exercícios futuros, diminuídas dos custos e despesas a elas correspondentes.

Entretanto, este grupo foi extinto com a MP 449/2009 e Lei n° 11.941/2009 onde os saldos remanescentes destas contas em 05/12/2008 deveriam ser reclassificados para as contas distintas do Passivo Não Circulante, conforme Resolução CFC 1.159/2008, sendo a conta de custos diferidos classificada como redutora do passivo.

A critério da entidade,  poderá manter o nomenclatura de receita ou despesa diferida, visto que a resolução CFC 1.157/2008 e a Lei n° 6.404/1976, não traz a obrigação de manter o nome desta conta como Diferida, desde que ela figure no grupo do Passivo Não circulante, após a Conta de Exigível a Longo Prazo.

Desta forma, sugere-se os seguintes lançamentos:

Pelo registro dos aluguéis recebidos antecipadamente
D – Caixa/Bancos – Disponibilidades (AC)
C – Receitas diferidas de aluguel (PNC)

Pelo registro da despesa correspondente à receita recebida antecipadamente
D – Despesas diferidas de aluguel – Conta Redutora (PNC)
C – Caixa/Bancos – Disponibilidades (AC)

Nota! Mensalmente, a receita e a despesa são apropriadas proporcionalmente a medida de seu recebimento.
Pela apropriação da parcela da receita
D – Receita Diferida de Aluguel (PNC)
C – Receita de aluguel – (CR)
Nota! Esta receita poderá ser considerada ou não como operacional, dependendo da atividade da empresa.

Pela apropriação da parcela da despesa:
D – Despesas com recebimento de aluguel (CR)
C – Despesas diferidas de aluguel – Conta Redutora (PNC)

Base Legal: Citadas no texto.

Tributario.com.br