Portaria Conjunta da Receita dispõe sobre o projeto-piloto do Programa Brasileiro de Operador Econômico Autorizado (OEA)

STJ: Decisão exclui ICMS da base de cálculo da CPRB
16 de março de 2018
Projeto isenta pneus de caminhões de empresas transportadoras do IPI
6 de abril de 2018

Portaria Conjunta da Receita dispõe sobre o projeto-piloto do Programa Brasileiro de Operador Econômico Autorizado (OEA)

Foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) de hoje (15) a Portaria Conjunta da Receita Federal (RFB) com o Exército Brasileiro n° 384, de 14 março de 2018, que dispõe sobre o planejamento e a execução de projeto-piloto no âmbito do Programa Brasileiro de Operador Econômico Autorizado (OEA).

O projeto-piloto de integração das atividades desenvolvidas pela Receita e pelo Exército Brasileiro relacionadas ao Programa Brasileiro de Operador Econômico Autorizado (OEA), tem como objetivo de desenvolver e testar módulo complementar do OEA-Integrado. Trata-se de uma iniciativa para facilitar, com segurança e controle, os procedimentos de importação no país

Caberá ao Coordenador-Geral de Administração Aduaneira e ao Diretor de Fiscalização de Produtos Controlados constituir equipe para conduzir as atividades e designar-lhe os membros titulares e substitutos, no prazo de até 30 dias, contado da data da publicação desta Portaria Conjunta.

Fica autorizados a editar normas conjuntas necessárias, o Coordenador-Geral de Administração Aduaneira e o Diretor de Fiscalização de Produtos Controlados. (Com informações do DOU)

Tributario.com.br